A Nossa Missão

Missão da OFS

A missão dos Terceiros Franciscanos Seculares de S. Francisco da Cidade, em Lisboa, é pautada acima de tudo pelas orientações que nos são deixadas por Francisco de Assis na Regra promulgada há quarenta anos pelo Papa Paulo VI (Santo).

Os Irmãos Terceiros fazem parte da grande Família Franciscana: leigos, religiosos e sacerdotes, que se sentem chamados ao seguimento do Cristo, no seguimento de São Francisco de Assis (Cf.Regra OFS 1).

Aqui encontramos a Ordem Franciscana Secular, outrora chamada de Ordem Terceira, agora secular para distinguir os Leigos dos Religiosos (Terceira Ordem Regular). A nossa missão,dentro deste panorama, ganha desde logo uma força enorme dada a grandeza dos muitos carismas inspirados por Francisco. É acima de tudo uma missão em comum união com todas as fraternidades católicas espalhadas pelo mundo e abertas a todos os grupos de fiéis. Nelas os irmãos e as irmãs, impulsionados peloEspírito a conseguir a perfeição da caridade no próprio estado secular,comprometem-se pela Profissão a viver o Evangelho à maneira de São Francisco e mediante esta Regra, confirmada pela Igreja. (Cf. Regra OFS 2)

A Missão que devemos desempenhar funda-se logo no início da Regra ao dizer que “A Regra e a vida dos franciscanos seculares é esta: observar o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo o exemplo de São Francisco de Assis que fez do Cristo o inspirador e o centro da sua vida com Deus e com os homens. Cristo,dom de Amor do Pai, é o caminho para Ele, é a verdade na qual o Espírito Santo nos introduz, é a vida que Ele veio dar em supera bundância. Os franciscanos seculares empenhem-se, além disso, na leitura assídua do Evangelho, passando do Evangelho à vida e da vida ao Evangelho. (Cf. Regra OFS 4)

Para levar a bom termo esta missão urge ter sempre presente a pessoa viva e operante do Cristo nos irmãos, na Sagrada Escritura, na Igreja e nas ações litúrgica manifestando tido isto na vivência pessoal e fraterna da Fé, sobretudo na Eucaristia. (Cf. Regra OFS 5)

O terceiro artigo das Constituições geral da Ordem Franciscana Secular (OFS) deixam claro qual é a verdadeira vocação emissão para os dias de hoje: “A índole secular caracteriza a espiritualidade e a vida apostólica dos membros da OFS (…) na vocação e na vida apostólica, explicita-se segundo a respetiva condição, ou seja: para os leigos, contribuindo para a edificação do Reino de Deus com a própria presença nas realidades e nas atividades temporais (inspirados) nas opções evangélicas de Francisco de Assis, empenhando-se em continuara própria missão com os outros componentes da Família Franciscana. A vocação da OFS é vocação para viver o Evangelho em comunhão fraterna. Com essa finalidade, os membros da OFS reúnem-se em comunidades eclesiais, que se chamam Fraternidades.”

Podemos então dizer, em suma, que a nossa vocação e missão está intrinsecamente unida ao mistério de Cristo presente na Eucaristia o qual somos chamados a seguir fielmente ao jeito e sob as orientações de Francisco e os seus sucessores.Chamados a levar ao mundo, a partir da nossa realidade familiar, profissional,social, eclesial e fraterna o testemunho de sermos leigos consagrados e empenhados em viver o espírito de S. Francisco: Humildade, caridade, oração,entrega amorosa ao outro e a Deus.

A história já de alguns séculos desta nossa Fraternidade aponta-nos muitos testemunhos de Irmãos e de Irmãs que viveram com muita fé e muita coragem os desafios de cada tempo sem perder o sentido de pertença a esta Família e Fraternidade.

Também hoje a nossa Fraternidade de S. Francisco da Cidade, em Lisboa, continua a sentir estes mesmos desafios de ser sinal, ser diferença, ser luz que recebe de Francisco para apontar o caminho a outros.

A obra da caridade e da ação social é também uma expressão daquilo que sentimos ser a nossa vocação e a nossa missão, conforme acima se disse. Hoje também como ontem, procuramos dar essa resposta na participação ativa da vida Fraterna, sobretudo nos encontros de oração e formação, nas atividades muitas da Família Franciscana, no modo simples como vivemos e nos apresentamos, na vida de oração e devoção, sobretudo na participação da Eucaristia, na assistência aos nossos irmãos que manifestam necessidades, na gestão e administração do nosso património com um olhar sempre renovado para com o serviço que se presta no nosso Hospital da Ordem Terceira Chiado, nas múltiplas valências e especificidades clínicas sem esquecer a Casa de S. Francisco onde procuramos dar o maior conforto e acompanhamento a irmãos idosos ou mais frágeis na sua saúde bem como no apoio aos sem abrigo com cerca de 40 refeições diárias.

Desta forma cremos que vamos sendo fieis ao ideal fundante de Francisco de Assis quando pensou, a pedido do Beato Luquésio e Bona Dona, pensou uma regra para os leigos, chamados terceiros por já haver feito nascer antes duas ordem de Irmãos e Irmãs Menores. ­

Como Franciscanos Seculares em Portugal, e nomeadamente em Lisboa onde a tradição coloca a nossa Fraternidade como ímpar na sua história e ação, queremos estar sempre atentos à realidade de cada dia para que, sob a orientação da Igreja e da Ordem Franciscana possamos levar a bom termo a Vocação de sermos leigos consagrados no mundo hodierno para perscrutar a melhor forma de cumprir a missão que assumimos no dia da nossa Profissão ou Consagração Religiosa sobre o Altar.

Assim Deus nos ajude.

Frei Albertino Rodrigues OFM

Venerável Ordem Terceira

AGENDA DA FRATERNIDADE

Agosto

02 Agosto N. S. dos Anjos da Porciúncula: Indulgência Plenária - Perdão de Assis (veja com o seu Assistente como pode beneficiar desta Indulgência)
06 Agosto a 13 Agosto Peregrinação da OFS à Itália
11 Agosto (ter) Santa Clara de Assis, Virgem
25 Agosto (ter) S. Luís, Rei de França - Padroeiro da OFS

Outubro

10 Outubro ANIV. - P. Frei Albertino da Silva Rodrigues,  OFM
HOTC
Vaticano
Igreja Portuguesa
Família Franciscana
CIOFS
OFS Portugal
Fátima
Ecclesia
Jufra OFS