Ação Social

Pobreza e Partilha

No n.º 15 das Constituições Gerais da Ordem, bem como o número 11 da Regra, levam-nos a refletir sobre a nossa condição de pobres e de ajuda aos mais desfavorecidos.

Esta parte completa decerta forma, ou mesmo quase repete, um pouco do que é a nossa missão, mas aqui apenas no tocante à ação social. Os documentos citados acima recordam aoFranciscano Secular que devem procurar empenhar-se em viver o espírito da pobreza, à luz das Bem-aventuranças realçando o valor da pobreza evangélica,que também os seculares devem observar, como manifestação da confiança total emDeus que “põe em ação a liberdade interior e (nos) dispõe a promover uma mais justa distribuição das riquezas (cf. Regra 11)”.

Tal como dizia S. Francisco, o trabalho honesto deve ser o sustento dos Irmãos e da sua família bem como serviço à Sociedade,tanto ao nível de bens materiais como espirituais. Isto só é possível a partir do grande empenho pessoal e o estímulo da Fraternidade mediante a oração e o diálogo, revisão comunitária da vida, a escuta das indicações da Igreja, daOrdem e das exigências da sociedade.

Desta forma os Franciscanos Seculares devem empenhar-se em reduzir as exigências pessoais para melhor partilhar os bens espirituais e materiais com os irmãos, sobretudo com os mais carentes, dando graças a Deus pelos bens recebidos, usando-os, como bons administradores, não como proprietários e procurando dar testemunho de anti consumismo sobrevalorizando em cada momento da sua vida a riqueza dos valores humanos e religiosos que não permitam a exploração humana. Amem e pratiquem a pureza do coração, fonte da verdadeira fraternidade.

A Fraternidade de S. Francisco da Cidade, emLisboa, Não está alheada desta reflexão e procura, a partir das resoluções doConselho da Fraternidade, do Conselho de Administração do nosso Hospital, daAssistência Religiosa da Fraternidade e Capelania do Hospital e da Casa de S.Francisco bem como com outras parcerias em prol de uma melhor e mais adequada prestação de ajuda socio-caritativa.

Além dos apoios hospitalares e dos descontos em prestações de serviços que se fazem aos Irmãos e a outros como os Irmãos daPrimeira Ordem, a Fraternidade leva com muito carinho a missão de acolher,cuidar, tratar e acompanhar pessoas de idade avançada e muitas vezes já bastante fragilizadas na Casa de S. Francisco. Este espaço ao jeito de lar é a residência de uma dezena de pessoas que aqui quiseram acolher-se para viver o resto dos seus dias com a dignidade e o cuidado que nós sabemos dar e que tantas vezes tem sido louvado.

Também o apoio, em parceria com a Basílica dosMártires, no serviço aos sem abrigo oferecendo a Fraternidade cerca de quarenta refeições por dia. Está também em andamento e diálogo uma possível parceria como Movimento Re-food que procura através dos alimentos não consumidos e recolhidos fazer chegar refeições quentes e limpas aos mais necessitados. Aqui quer a Fraternidade também apoiar esta causa.

Ao nível espiritual, porque também aqui se funda o resto, a Fraternidade dispõe de um Irmão Sacerdote, nomeado pelo MinistroProvincial da OFM, para dentro do direito dar a devida assistência aos IrmãosTerceiros, a nível pessoal quando assim o desejarem e ao nível da Fraternidade na formação e acompanhamento como membro do Conselho. Este Irmão é também oCapelão do nosso Hospital pelo que entra aqui também, através da sua presença junto dos técnicos de saúde, funcionários e sobretudo os doentes a presença daFraternidade de S. Francisco da Cidade. Através destes caminhos do espiritual acabamos, ainda que indiretamente, de ser e estar, prestar se servir em outra dimensão sócio caritativa a que nos tempos de S. Francisco se poderia chamar doIrmão Leproso, no sentido daquele que mais sofre e com quem mais se identifica com Cristo sofredor.Seria impossível descrever aqui, depois, todo o empenho que cada Irmão da Fraternidade desenvolve na sua casa, família, emprego, comunidade eclesial no sentido de ajudar os mais carenciados. Essa conta fica no coração de Deus e de S. Francisco e na alegria de cada Irmão envolvido.

Frei Albertino Rodrigues OFM

Venerável Ordem Terceira

AGENDA DA FRATERNIDADE

Janeiro

01 Janeiro ANIV. - LUIS MANUEL S. DE ALVITO
05 Janeiro Reunião do Conselho
08 Janeiro ANIV. - ANA CRISTINA  SANTOS
16 Janeiro Festa dos Mártires de Marrocos e DIA DA VOCAÇÃO FRANCISCANA 16h30 Missa solene no hotc
21 Janeiro ANIV. - MARIANA A. TORRES ALVES
21 Janeiro 21h00 Reunião da Fraternidade

Fevereiro

02 Fevereiro Reunião do Conselho
06 Fevereiro a 07 Fevereiro Encontro de Formação - Nacional
11 Fevereiro Dia Mundial do Doente
14 Fevereiro 21h00 Reunião da Fraternidade
17 Fevereiro Quarta Feira de Cinzas - Início da Quaresma
28 Fevereiro ANIV. - MARIA MADALENA BOAVISTA

Março

02 Março Reunião do Conselho
11 Março ANIV. - CECÍLIA MARGARIDA O. C. MARTINS
11 Março 21h00 Reunião da Fraternidade
16 Março ANIV. - MARIETA MESTRE CAVACO
27 Março Reunião da Fraternidade - Aprovação de contas 2020                                                                          (hora ainda a confirmar)

Abril

04 Abril PÁSCOA da RESSURREIÇÃO
06 Abril Reunião do Conselho
08 Abril
14h00 Reunião da Fraternidade.
11 Abril ANIV. - M.ª DO ROSÁRIO BELMAR da COSTA
16 Abril ANIV. - ANTÓNIO JOSÉ RAMOS
19 Abril ANIV. - GRACIELA SIMÕES TOMÁS
22 Abril ANIV. - ISABEL MARIA M. MARQUES
28 Abril Festa – Beato Luquésio e sua Esposa, Primeiros Terceiros Franciscanos
28 Abril ANIV. - MARIA COSTA GONÇALVES
29 Abril ANIV - Maria Bernardete Marques de Sousa (Em formação inicial)

Maio

03 Maio ANIV. - VALENTINA DUARTE PINTO
04 Maio Reunião do Conselho
07 Maio a 09 Maio Jornadas de Formação da OFS em Fátima
13 Maio 21h00 Reunião da Fraternidade
19 Maio ANIV. - Filipa Teles (em formação inicial)
21 Maio ANIV. - A. DO CÉU P. ROLETA PIRES
28 Maio ANIV. - MARGARIDA SA DANTAS
29 Maio OFS - Conselho Nacional em Fátima
29 Maio ANIV. - ROBSON F. SILVA OLIVEIRA

Junho

01 Junho  Reunião do Conselho
03 Junho Solenidade do Corpo e Sangue de N. S. J. Cristo (Corpo de Deus)
03 Junho ANIV. - JOSÉ LUÍS S. ROMÃO
13 Junho Santo António de Lisboa, Doutor da Igreja (solenidade) PADROEIRO DA CIDADE DE LISBOA
17 Junho 21h00 Reunião da Fraternidade
19 Junho ANIV. - REGINA M.ª CORREIA REBÊLO
20 Junho Encontro Nacional de Fraternidades em Aveiro
28 Junho ANIV. - ANTÓNIO BELMAR DA COSTA

Julho

03 Julho ANIV. - M.ª INÊS LEMOS M. VINAGRE
06 Julho Reunião do Conselho
08 Julho 21h00 Reunião da Fraternidade
15 Julho Festa – São Boaventura, Bispo e Doutor da Igreja (OFM)
16 Julho Memória – Canonização de São Francisco de Assis
25 Julho ANIV. Marília Lopes M. A. Ferreira (Em formação inicial)

Agosto

01 Agosto ANIV. - ISABEL COSTA M. ALVES
02 Agosto N. S. dos Anjos da Porciúncula: Indulgência Plenária - Perdão de Assis (veja com o seu Assistente como pode beneficiar desta Indulgência) MISSA NO HOTC hora a confirmar
05 Agosto a 12 Agosto Peregrinação a Assis da OFS Nacional (sujeito a confirmação)
09 Agosto ANIV. - CARLOS PEDRO GÓIS
11 Agosto Festa – Santa Clara de Assis, Virgem, Fundadora com S. Francisco das Irmãs Clarissas
19 Agosto ANIV. - JOÃO CARLOS G. GANHÃO
23 Agosto ANIV. - MARIA DE JESUS FRAGA
25 Agosto Festa – São Luís de França, Padroeiro da OFS

Setembro

06 Setembro ANIV. - ANTÓNIO JOSÉ GONÇALVES
11 Setembro ANIV. - JOSÉ FILIPE DE B. RIBEIRO
12 Setembro ANIV. - MARIA ANA G. VELASCO MARTINS
16 Setembro ANIV. - JORGE RAPOSO DE MAGALHÃES            ANIV. - LUÍS A. TORRES DE L. ALVES                ANIV. - LUÍS MANUEL F. MARTINS
17 Setembro Festa das Chagas de S. Francisco    

Novembro

17 Novembro Festa de Santa Isabel da Hungria, Religiosa, Padroeira da OFS
HOTC
Vaticano
Igreja Portuguesa
Família Franciscana
CIOFS
OFS Portugal
Fátima
Ecclesia
Jufra OFS