JUNTOS, DE NOVO, NA FÉ!

03 Jun 2020

JUNTOS, DE NOVO, NA FÉ!

Paz e bem a todos!

Esta pandemia da COVID-19, que vivemos a nível mundial, alterou os hábitos da nossa sociedade a todos os níveis e, por isso, também a nível religioso, fazendo-se notar no funcionamento do nosso hospital e dos encontros/reuniões desta Fraternidade da Ordem Terceira de São Francisco da Cidade. A Igreja portuguesa, ainda antes do confinamento decretado pelo Estado, tomou a decisão, para prevenir o contágio do coronavírus, que não houvesse celebrações religiosas  públicas, isto é, com a presença de fiéis no espaço físico que são os nossos templos e lugares de culto. A Igreja Portuguesa, e muitas das nossas Instituições Religiosas, foi desta forma louvada em muitos sectores da sociedade por ter tomado a iniciativa primeira do cuidado pela saúde dos seus fiéis e de toda a sociedade. Surgiram assim, muitas iniciativas para que nos mantivéssemos unidos na fé, através da internet, da televisão e da rádio, bem como outros meios que uniram os Católicos e, por conseguinte também os Franciscanos, na celebração da fé comum. Intensificou-se via internet essa oração principalmente a celebração da Eucaristia, oração do Terço, Via-Sacra e muitos outros momentos de comunhão e unidade na Fé com o Papa Francisco, com os nossos Bispos e Párocos e com os Irmãos da nossa Fraternidade.

Não podendo estar juntos fisicamente, a plataforma do WhatsApp da Fraternidade tornou-se um lugar privilegiado de encontro e contato com os irmãos, para partilhar informações, pensamentos e orações, dar parabéns a quem celebrou o dom da vida, fazer video-chamadas – por exemplo com doentes e utentes da casa de S. Francisco, e em alguns casos tomar decisões que presencialmente não podem ser tomadas em tempo de confinamento.

DE NOVO JUNTOS PARA CELEBRAR O DOM DA FÉ não significa que não estivéssemos Unidos e hoje essa é grande diferença que certamente sente cada um de nós; estar junto é estar fisicamente ao lado do outro, caminhar lado a lado com o irmão que caminha comigo no mesmo sentido e com o mesmo objetivo viver e celebrar a fé. Estar unido é estar em comunhão – comum união – independentemente do lugar onde nos encontramos. De novo juntos significa que já podemos celebrar unidos e lado a lado a nossa Fé.

Vivemos o tempo de Quaresma e Páscoa, cerca de dois meses e meio, confinados a nossas casas e é neste dia de Pentecostes, uma das maiores solenidades da Igreja, que iniciamos, de novo juntos, nos espaços físicos e com as devidas medidas de segurança aconselhadas pela DGS e assumidos pela Igreja, a celebrar a nossa fé nos Templos e locais de culto diversos. O dia da vinda do Espírito Santo marca desta forma ainda o Aleluia da Páscoa, tempo que agora termina, como que trazendo o sopro de Vida, o fogo do Espírito, o alento para uma nova caminhada Eclesial.

Na capela da Fraternidade também reiniciámos, com a Missa de Pentecostes, as nossas celebrações. Unidos a toda a Igreja e às medidas de segurança, das quais toda a Fraternidade tomou conhecimento e afixadas em diversos locais do hospital, sobretudo à higienização das mãos, ao distanciamento e obrigatoriedade de usar sempre máscara, e de forma muito especial à receção da Comunhão Eucarística na mão e em segurança sanitária. Nos bancos um cravo branco colocado nos bancos da capela assinala, como em todas as salas de espera do nosso hospital, o lugar de distância que devemos manter para assim podermos sentir a segurança em estarmos juntos.

O nosso Assistente, Frei Albertino Rodrigues, OFM, depois de ter preparado tudo para um bom acolhimento aos irmãos, vestido de paramentos vermelhos, cores do Espírito Santo, e usando uma viseira do proteção no rosto, deu assim início a esta nova fase de desconfinamento, não só social mas também religioso, em Portugal. Como seria de esperar ainda são muito poucos aqueles que vão às celebrações nos lugares de culto, dado que ainda há receio de contágio e pelo dever da segurança como uma exigência para todos nós e se como diz o Papa Francisco, há uma vida antes Covid-19 e uma vida pós covid-19, ou melhor, duas formas diferentes de estar em sociedade e em Ecclesia, queremos acreditar e desejar que aos poucos esta pandemia se desvaneça para continuarmos a viver a Fé e a Vocação Franciscana no mundo, pelo qual nos consagrámos ao jeito de Francisco de Assis, sem receio e mas olhando para a frente com coragem e esperança no senhor com os anima.

Continuamos a desejar a todos os Irmãos da Fraternidade, e a quantos colaboram connosco nas mais diversas valências e missão, as melhores felicidades, saúde e prosperidade que todos nós tanto pedimos a Deus e a São Francisco neste tempo especial que estamos a viver.

Depois de termos vivido um tempo Santo da Quaresma, a Solenidade da Páscoa, e todo o tempo Pascal, confinados em casa e celebrando é fé unidos, desejamos e rezamos para que cada dia continuemos mais unidos e, tanto quanto possível, juntos na nossa Fraternidade e na nossa capela, lugar onde o irmão se sente mais unido é toda Ordem  e Família Franciscana.

A todos os mais sinceros votos de paz e Bem!

Fr. Albertino Rodrigues OFM

(Assistente da Fraternidade)

< Voltar
Venerável Ordem Terceira

AGENDA DA FRATERNIDADE

Agosto

02 Agosto N. S. dos Anjos da Porciúncula: Indulgência Plenária - Perdão de Assis (veja com o seu Assistente como pode beneficiar desta Indulgência)
06 Agosto a 13 Agosto Peregrinação da OFS à Itália
11 Agosto (ter) Santa Clara de Assis, Virgem
25 Agosto (ter) S. Luís, Rei de França - Padroeiro da OFS

Outubro

10 Outubro ANIV. - P. Frei Albertino da Silva Rodrigues,  OFM
HOTC
Vaticano
Igreja Portuguesa
Família Franciscana
CIOFS
OFS Portugal
Fátima
Ecclesia
Jufra OFS